Sobre acessibilidade

Áreas

31/07/2020 - 12:45
 
A Associação dos Moradores Unidos do Miritipitanga, localizada no município de Tomé-Açu, recebeu na segunda-feira (27) a renovação do registro de agroindústria artesanal de polpa de frutas. A agroindústria pertence à cadeia produtiva da agricultura familiar e envolve diretamente a mão de obra de dez famílias, que realizam todo o processo de produção das polpas.
 
As famílias fornecem o produto para a merenda escolar do município por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Os produtores comercializam cerca de 15 toneladas de polpas por ano, segundo o tesoureiro da associação, Rosene Brasil Mendes.
 
O registro foi entregue por Lucionila Pimentel, diretora de Defesa e Inspeção Vegetal; Manoel Cardoso, gerente regional de Abaetetuba; e pelos Agentes Fiscais Agropecuários (AFAs) Geraldo Moreira e Carlos Wilson Santiago. A legalização das agroindústrias artesanais promove segurança alimentar para a população, contribui para a saúde pública, além de gerar emprego pleno e renda na cadeia produtiva envolvida.